Obrigada ♥

Footprints of Life ❤

Eu estou aqui para ti, para sempre!

Hoje não sei bem o que escrever. Algo me esta a impedir que fale, que escreva, que saiba o que estou a sentir. Sinto-me confusa.. é a única coisa que sei que sinto.
Parece que me banhei num antídoto que não me deixa sentir nada.
Sinto-me confusa. Sinto-me confusa porque agora quem está desfeito és tu. Vejo no fundo dos teus olhos uma tristeza nao expressada, uma tristeza com medo de sair. Hoje vejo em ti algo diferente. Vejo que não és tu, que algo de diferente te está a dominar... será dor ?
Revejo toda essa tristeza em mim, eu já senti isso.
Essa tua tristeza deixa-me triste, faz com que me sinta culpada. Não aguento a dor de me sentir culpada apenas porque estas triste. Não quero. Não quero te ver assim. Não quero que fujas com essa dor... quero que me digas, que fales... Eu estou aqui...
Estou aqui tal como tu sempre tiveste. Tu nunca desististe de mim.. o que te leva a pensar que irei desistir da tua dor? Eu estou aqui para ti, para sempre!
Normalmente sou eu quem sente essa dor, mas eu não me importo, porque sou eu que sinto. Agora tu... tu nao podes sentir essa dor... porque me destrói... destrói-nos.
Sinto que algo nos destruiu... sinto que tenho de fazer algo, mas eu não sei o quê.
Agora percebo-te. Tu vias toda aquela minha dor sem saber o que fazer, o que dizer... E agora, todos os papeis se inverteram.
Sinto-me desamparada, porque agora és tu quem sofre. Não era suposto. Na nossa história não podes sofrer, não foi assim que a escrevi. O nosso conto de fadas é um lugar onde fugimos da pequena realidade que nos cerca, onde nos podemos refugiar um no outro. Mas, agora sinto que fugiste do meu conto de fadas. A tua tristeza esta a invadir-me.
Sinto-me tão pequena, sinto-me inútil, sinto que nada pode te tirar essa dor... nem eu.
Hoje, eu pensei que seria um dia diferente. O mundo era nosso. A página hoje era nossa, não minha, nem tua.
Hoje, eu pensei que já não existia dor, que estaria tudo bem.
Hoje pensei que iria receber um abraço teu, que me dizias "Amo-te" com aquele olhar de "Por favor nunca vás embora".
Hoje pensei que o dia era nosso... mas no fim, o dia foi teu, e eu aqui impotente sem poder te tirar essa dor.
Só queria te poder curar.
Eu amo-te.

Sem comentários:

Enviar um comentário